terça-feira, 25 de março de 2008

E como fica o consumo sustentável??

Pra quem não sabe (que coisa feia!) eu sou ambientalista, especialista em Direito Ambiental.

Mas, independentemente disso, sou uma cidadã consciente e faço o possível pra fazer a minha parte na conservação do nosso mundão tão judiado...

E, pra quem não sabe, eu trabalho numa das regiões mais nobres da cidade e, portanto, uma das mais caras pra tudo, inclusive pra comer...

Por isso, é uma região cheia de gente chique, ou tentado ser chique ou pelo menos tentando parecer chique!

Eu almoço num restaurante por quilo não tão absurdamente caro, pertinho do escritório (especialmente porque eles dão desconto de 15% se vc adentrar o restaurante antes das 12h ou depois das 14h..).

Embora ele seja um dos menos caros, o povo chique tá sempre lá...

E sabe como é quilo, né?
Vc pega seu pratinho, põe a comidinha, passa na balança pra pesar e aí pegar seus talheres.
Nesse restaurante, junto à balança, além dos talheres estão os guardanapos. E, como é um lugar de gente chique, tem guardanapo de papel e de pano (viu como é chique?).

Quando comecei a almoçar lá, eu pegava sempre os guardanapos de papel, até pela praticidade.
Mas comecei a ficar com dó.
Porque não é qualquer guardanapo de papel não! É daquele papel hiper mega blaster BRANCO, aquele branco luminoso, que só de olhar pra ele dá pra perceber que pelo menos umas três árvores foram cortadas pra que ele fosse produzido.

Com esse pensamento, comecei a utilizar-me do guardanapo de pano.
Chique, claro, mas pelo menos não assassinamos as árvores e eles são reutilizáveis: lavô, tá novo!
E é aí que entra e minha questão...

Porque pra lavar esse montão de guardanapos de pano de um restaurante do porte desse, quanta água não é desperdiçada! E a água é hoje em dia um dos nossos bens mais preciosos (sabia que dia 22 foi dia mundial da água??).

E a energia então (porque é óbvio que esses guardanapos são lavados na máquina e também secos na máquina!)???

Pois é...

Aí ficou a dúvida cruel: o que é menos pior?
As árvores cortadas ou a água e energia utilizadas?
Tô achando que vou começar é a ficar com a boca suja...

bj

4 comentários:

Mirella disse...

Oi Bruna, vim te fazer uma visitinha, adorei o albinho de bolsa, lindo! e sobre esse post sabe que eu também penso nisso muitas vezes? quando reciclamos lixo, se tivermos que lavar e gastar muita água para deixar a embalagem limpa, até que ponto vale a pena? pois recicla o lixo mas gasta água...
ahh, vim aqui pra dizer q to curiosa com o resultado dos sketches :)
Beijos

Luzia disse...

kkkkk
Oi Bruninha, hj eu estava aqui pensando nisso...
Estava arrumando minhas trocas para mandá-las, ai pensei "caracas o Rubens (meu filho) vai me matar, pois estou colocando saquinhos novos e não usando os que vieram de trocas anteriores"! Ele é muito sério com reciclagem, vive pegando no pé, Ai peguei cada saquinho e cortei no meio rsrsrs, pelo menos uso um para cada duas troca!
Mais é muito difícil mesmo, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come! Então não sabemos oq é certo fazer para que nosso planeta não seja tão "judiado"
Mais se cada um fazer um pouquinho, no final acertamos em alguma coisa, né?
beijos

Edna disse...

Caramba que dilema kkkkk
Poxa vida vc poderia levar o seu guardanapo que tal assim não fica com peso na consciencia.
E olha que com essas discussões de meio ambiente é sempre assim se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.
bjs adorei eu blog

Edna disse...

Desculpe nem tinha lido a resposta da Luiza que colocou o mesmo que eu.
Bjs