quarta-feira, 2 de abril de 2008

Um mês....

Na alma, como no corpo, a vida traz suas dores e deixa suas marcas.
Nos machucamos, nos ferimos, nos magoamos....
E, como no corpo, as dores da alma também sangram.
Às vezes mais, às vezes menos.
Às vezes, sentimos que a dor jamais cessará....
Mas ela cessa.
Mesmo que demore.
Mesmo que a ferida teime a permanecer aberta.
Mesmo que, às vezes, quando achamos que tudo está bem e que a ferida fechou, demos aquele “esbarrão” ou alguém nos dê um cutucão mais forte e sintamos que a ferida continua lá, tão aberta quanto antes.
Mas uma hora, mais cedo ou mais tarde, ela fechará.

Na alma, como no corpo, a vida deixa suas marcas...
E, mesmo quando a ferida fechar, restará a cicatriz.

A cicatriz eterna a nos lembrar da dor...

E, quando tudo tiver passado, ainda assim vamos lembrar;
ainda assim não será possível esquecer;
e em alguns dias, como acontece com as dores do corpo, as cicatrizes da alma ainda vão doer.

6 comentários:

Edys Gonçalves disse...

Ai Bru... fica 'tisti' não!!

Bjinhus

ScrapSale disse...

Bru!
Só o tempo cura a ferida e faz com que a cicatriz não doa mais.
Tenha calma que tudo vai dar certo, vc vai ver!!

Se precisar de qq coisa, berra!
Bjos

Maria Fernanda Freitas disse...

Bru, calma que tudo se resolve..pode contar comigo viu? ;)

Cláu Akamine disse...

Força, Menina!
Saudades!!!
Mil beijocas

Maria Angela disse...

Oi Bru...
Agora que estou melhorzinha, estou retomando minhas "fuçadinhas" nos blogs das amigas... Passei pra te deixar um beijão e te desejar tudo de bom!!!! Estou adorando vc lá no SW...

Bjks

Sil disse...

Bruna,
Beijos grande pra vc!!!